Loading

Notícias

image

Aluno de Direito faz relato sobre qualidade de evento on-line da Unijales

O aluno do 5º semestre do curso de Direito da Unijales, Antonio Esquina Dias, participou da I Jornada Integrada em Comemoração ao Dia do Trabalho e Dia das Mães e fez um relado sobre a qualidade das palestras oferecidas.


Um grande e oportuno evento, aliás, mais um promovido, organizado e dirigido por profissionais competentes, dedicados, responsáveis e apaixonados pelo ensino, desta nossa instituição que há meio século vem se dedicando para completar, melhorar e ampliar os horizontes de nossos jovens, tanto no campo da pesquisa, como no campo da prática profissional adquirida através dos capacitados professores da UNIJALES.
Desta feita coube às Professoras ROSELENE CRISTINA TRIBIOLI e JÉSSICA VIVIANI OKUMURA a condução dos trabalhos durante os dois dias de Jornada; ambas tiveram as companhias do Professor Marcos Sanches Rodrigues, das Professoras Rosangela Juliano Bordon Bigulin, Maria Aparecida Martins Moreira e retaguarda do Professor Rodrigo Guena.


13-maio-2021-
A abertura foi feita pelo vice-reitor da Unijales, Professor Silvio Luiz Lofego que enfatizou a responsabilidade dos educadores “pelo hoje e pelo amanhã”; referindo-se ao 13 de maio de 1888, dissecou sobre o marcante acontecimento daquele dia, qual seja, a assinatura da Lei Áurea pela então Princesa Isabel, lei que deu aos irmãos negros da época uma liberdade relativa, pois foram explorados pelos coronéis da época na cultura cafeeira, cana-de-açúcar e mineração; segundo o professor Lofego, a Lei Áurea continua, pois o direito à liberdade justa e total ainda não alcançou o que se preconiza.
Após a exibição de um vídeo sobre a Abolição da Escravatura no Brasil e declamação de um poema de Castro Alves, o poeta dos escravos, foi realizada a “interpretação” do conteúdo do filme e do poema por uma aluna.
Em seguida a Professora Rosângela Bigulin, falando especificamente sobre a Mulher, comentou sobre a “jornada dupla” da mulher de algumas décadas atrás: submissão aos pais e maridos, desempenhando papel de dona de casa e de mãe, sem direito e espaço para o profissionalismo assalariado; além da parte educativa que lhe cabia como norma e tradição.
Na sequência as alunas dos Cursos de Enfermagem, Estética e Fisioterapia fizeram diversas apresentações alusivas à Mulher: músicas (Mãe-Rhea, da mitologia grega = Mãe de Todos); poemas, vídeos, canções e textos, enfim, uma série artística-crítica tendo sempre a Mulher como protagonista.
A ex-aluna Daniela Monize, participou como convidada e nos presenteou com uma verdadeira lição de ida ao enfocar as dificuldades que enfrentou para poder sobreviver e estudar: o trabalho honesto, objetivo lhe deu a vitória da qual hoje ela se orgulha.
Foram apresentados dados estatísticos (gráficos) que retratam tristemente a contínua violência contra a mulher: violência física, moral, psicológica, sexual e até econômica! O sinal Vermelho X Contra a Violência Doméstica está ligado e deve despertar em cada um a consciência de que algo deve ser feito no sentido de se mudar essa infeliz realidade.
Ainda na noite de 13/maio/2021, foi feito por Natália Rodrigues Freire uma “palestra-aula” sobre as Disfunções Sexuais Femininas, com enfoque praticamente definidos através da apresentação de slides. Muito bom! Com músicas de Rita Lee e Elza Soares, o evento, em sua primeira noite, foi encerrado.


14-maio-2021 – 2.ª noite da Jornada.
Nesta noite a apresentação e os cumprimentos ficaram a cargo do Professor Oswaldo Soler Junior, Reitor da Unijales que após breve histórico da criação da Unijales (1970-Faficle) pelos seus saudosos pais, Sr. Oswaldo e Dona Ivone), agradeceu o trabalho de todos, professores e alunas, pela organização desta oportuna Jornada Integrada; o amigo Junior anunciou a Renovação do Reconhecimento, pelo MEC, dos seguintes cursos da UNIJALES: Educação Física, Serviço Social e Farmácia; encerrou sua participação declarando que é o novo aluno do Curso de Direito! (Parabéns colega!)
As apresentações se seguiram com a música Mulheres de Atenas, C.B.de Holanda e outras mais, dentro do gênero;
- Após a música Mulheres de Atenas, a aluna Adriana Priscila da Silva Nascimento, do 3º ano do Curso de Pedagogia, fez um depoimento emocionante ao relatar a situação de submissão da sua mãe que não pode estudar, mas a educou para se tornar uma mulher independente. Hoje, ela tem a possibilidade de fazer um curso superior e oferecer o diploma em homenagem à sua mãe.
-Sobre Incontinência Urinária Feminina, nos foi dada uma aula completa pelas alunas e complementadas pela professora Roselene Cristina Tribioli;
A aluna Luzia Buffo Gouvêia nos deu uma verdadeira e completa aula sobre FIBROMIALGIA! Detalhes dos sintomas, características da doença, tratamento, medicamentos e prevenção, tudo de maneira clara e objetiva, proporcionando a todos um entendimento coerente e cujas informações podem e devem ser utilizadas por quem assim o desejar. Durante as apresentações rolaram muitas lágrimas de professoras e alunas, em virtude das exposições comoventes dos temas; inclusive houve um vídeo que foi produzido, quero crer, por uma aluna que não mais está entre nós, e isso calou fundo em todos nós, principalmente nas mestras que tiveram como aluna, essa apresentadora.
Foram momentos de muita emoção e ensinamentos compartilhados, pois como alguém disse durante a Jornada, “o momento é de reflexão e aprendizado”.
Parabéns a todos! Nosso abraço carinhoso e com muito respeito e esperança de mudanças comportamentais para que o relacionamento entre as pessoas seja, de fato, HUMANO.
Antonio Esquina Dias


Desenvolvido por Tribo Propaganda