Loading

Notícias

image

ESTES PROFESSORES MARAVILHOSOS E SUAS MENTES CRIATIVAS

No dia 15 de outubro de 1827, dia consagrado à educadora Santa Tereza D’Ávila, D. Pedro I baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Por esse decreto, todas as cidades teriam suas escolas de “primeiras letras”. Mas foi somente 120 anos depois, em 1947, é que ocorreu a primeira comemoração propriamente dita de um Dia do Professor, na cidade de São Paulo, numa escola conhecida como “Caetaninho”. Um grupo de professores teve a ideia de fazer uma confraternização nesta data em homenagem aos professores, aproveitando para uma pausa no segundo semestre, devido ao longo período de aulas; além de repensar os rumos do restante dos dias letivos. A celebração foi um sucesso e se espalhou pelo país, até se tornar feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963.
O objetivo do decreto era celebrar os professores e destacar o valor desta profissão, chamando atenção para a importância do docente na sociedade. Esta importância, entretanto, neste momento inusitado pelo qual passamos, em função da pandemia da COVID-19, ficou definitivamente evidente, mostrando a capacidade destes profissionais de se reinventar e criar aulas remotas para manter seus alunos em constante aprendizagem. 
O avanço da tecnologia foi seu aliado neste momento, mas ficou explícito que o papel do professor como mediador da aprendizagem, informando, questionando e orientando, é primordial para que a aprendizagem seja garantida. Por meio de aulas criativas, os temas essenciais para a formação da base do saber de cada etapa do ensino básico ao superior foram trabalhados, de forma a proporcionar os fundamentos para os alunos. 
De forma desdobrada, o docente, além de mediador da aprendizagem, tem atendido seus alunos nas ansiedades e incertezas, apoiando e orientando, mesmo fora do seu horário de aula. Mantém e fortalece, mesmo que remotamente, as relações sociais e o vínculo com seus discentes, estabelecendo uma ligação afetiva e de confiança. Está presente, sempre que o estudante precisa.  
O professor, portanto, neste momento de pandemia é, sem dúvida, o protagonista da educação, utilizando a tecnologia para continuar seu trabalho como mediador no processo de elaboração do conhecimento, contribuindo de forma significativa para a formação de futuros profissionais e cidadãos. Deixou evidente que seu trabalho é a base da formação escolar, contribuindo para o desenvolvimento intelectual dos alunos e para o progresso da sociedade. 
No ano em que a UNIJALES comemora 50 anos inovando e transformando vidas, queremos expressar a nossa gratidão e parabenizar todos vocês, professores maravilhosos, destacando suas mentes criativas. Vocês fazem a diferença! 

Rosangela Juliano Bordon Bigulin

Diretora de Graduação do UNIJALES



Desenvolvido por Tribo Propaganda