Loading

Notícias

image

Infestação de grilos em Jales e região. Qual a explicação?

Desde o final de 2021 e início de 2022, os cidadãos de Jales e região estão surpresos com a quantidade de grilos que apareceram nas cidades tomando os quintais das residências. Mas por que isso está acontecendo?

Antes de mais nada, é interessante entender sobre esse inseto. As principais espécies de grilos que ocorrem na região são o grilo preto (nome científico Gryllus assimilis) e o grilo marrom (nome científico Anurogryllus muticus). Os grilos são insetos terrestres e de hábito noturno. Se reproduzem uma vez ao ano, e o som emitido à noite vem do macho para atrair a fêmea para o acasalamento. Com a reprodução, há a geração de um grande número de descendentes, pois cada fêmea coloca cerca de 100 ovos no seu período reprodutivo, os quais eclodem geralmente no período de outubro a janeiro.

Os grilos podem ser considerados pragas de lavouras, mas são importantes para o ecossistema, pois se alimentam de plantas daninhas e servem de alimentos para outros animais como pássaros e sapos e não causam prejuízo para a saúde humana.

Mas, o que explicaria a infestação de grilos nas cidades? Além da facilidade que as espécies têm em se reproduzirem, a diminuição de predadores naturais favorece o aumento na quantidade de grilos. Lagartos e sapos são animais que estão com suas populações diminuindo cada vez mais. Ainda há uma boa quantidade de pássaros nas cidades, mas não com hábitos noturnos para predarem os grilos.

Além da diminuição dos predadores, o clima favorece o aumento da população de grilos, como o fim das chuvas e a temperatura elevada. Provavelmente, quando a temperatura cair, teremos uma diminuição na quantidade de grilos, mas isso poderá durar dias ou até meses.

O que fazer até lá? Mesmo sendo um incomodo para as pessoas, não é recomendado a utilização de combate “em massa”, ou seja, uso de inseticidas e venenos em grande escala nas cidades. Este tipo de solução poderá controlar os grilos momentaneamente, mas irá descontrolar outros insetos e animais que são importantes para o meio ambiente, além de poluir o solo, a água e prejudicar a saúde humana.

As pessoas podem reduzir a quantidade destes insetos nas suas residências se reduzirem o acesso, o abrigo, a água e possíveis alimentos para eles. Então, manter a casa fechada e o quintal limpo, por exemplo, pode evitar a procura dos grilos por aquele ambiente.

Infelizmente, não existe uma solução imediata, e é provável que teremos que conviver mais vezes com o descontrole da população de grilos, pois isso é um reflexo da urbanização.

Por Profa. Dra. Jéssika Viviani Okumura Martins, bióloga e coordenadora de Ciências Biológicas do Centro Universitário de Jales - Unijales.

Publicado originalmente no site: www.jalesnoticias.com

Desenvolvido por Tribo Propaganda